Skip to main content


 
"Pero bueno, como eficientes abogados, los dirigentes de la CTEP afirman que 'La única obligación de un militante popular es contribuir a la victoria del pueblo y esa victoria justifica las alianzas que circunstancialmente tengan que hacerse'”.



 



 



 
Após despejo ilegal e segunda ocupação com negociação infrutífera, 500 famílias sem-teto retomam terreno abandonado em Cajamar, contestando a postura da Prefeitura com relação à política habitacional.



 
"A todas aquelas e todos aqueles que se revoltam aqui, no Sudão ou na Argélia, aos nossos camaradas, a todas aquelas e todos aqueles que lutam contra os exploradores, a todas aquelas e todos aqueles que pensam que nenhum ser humano é ilegal..."



 
Está rolando por aí uma discussão sobre quem pode ser considerado "intelectual orgânico". Segue aqui a posição de Manolo & João Bernardo:





 
"Como construir confiança e constância em um mundo de fake news e de recompensas imediatas que nos chegam ininterruptamente aos bolsos de nossas calças?"



 
Sugestão de leitura para o domingo: "Para Marat o problema fundamental do Estado é o controlo exercido sobre os representantes e este controlo deve ser permanente". Por João Bernardo



 
"O que importa para a discussão que estamos colocando é que não só o movimento sindical 'de oposição' estava gravitando em torno do petismo, por mais que eventualmente falasse contra ele. Havia também outros movimentos sociais".



 
"A rua é o campo de provas para boa parte da política dos trabalhadores, e a classe dominante sabe disso muito bem. Por isso eles colocam a polícia na rua como um contrapeso quando a classe trabalhadora mostra sua força".



 
Quando polícias e militares reclamam nas ruas, o papel dos anticapitalistas não é defendê-los, mas defender aqueles que têm na polícia e nas forças armadas o inimigo:



 
Apesar de toda a argumentação sobre a “farsa do déficit”, quando a esquerda parlamentar convocou os trabalhadores ao protesto e à greve geral, manteve todas as manifestações e mobilizações na mais absoluta falta de radicalidade:



 
"O 'orgulho' e o dever de publicidade que ele se arrisca a promover poderão tornar-se um gigantesco passo em frente rumo a um Estado cada vez mais policial".




 



 



 
"O prefeito ACM Neto e seus pares da Máfia do Transporte do Consórcio INTEGRA (antigo SETPS) estão ameaçando um novo aumento da tarifa de ônibus em Salvador".